janeiro 11, 2023
  • 257
  • 0
by Andrea Dias

Os estados de Flow, também conhecidos como “being in the zone”, referem-se a uma sensação de envolvimento e prazer decorrente de um alto estado de concentração. O Flow é um estado incrivelmente desejável para muitas pessoas, pois pode levar a uma maior eficiência e maior criatividade. Por causa de sua relação com o alto desempenho, todo mundo quer vender a fórmula para atingir os estados de Flow, mas devo dizer que Flow, Peak Performances (Maximo Desempenho) e Peak Experience (Maxima Experiência) são diferentes; e eles podem ocorrer juntos ou NÃO.

Por exemplo,

Você está experimentando o Flow, teve um desempenho excelente, venceu a competição e agora, durante a entrevista, diz “I am stocked” (para descrever que está feliz!)

Bom, três estados diferentes ocorreram!

Flow não é o mesmo que desempenho máximo. Flow pode ser definido como uma experiência psicológica quando o indivíduo está envolvido em uma atividade desafiadora. O Flow pode acontecer em quase qualquer atividade que tenha um equilíbrio entre desafio e nível de habilidade, envolva concentração total e exija participação para atingir um objetivo. Você não pode experimentar Flow assistindo TV, mas pode experimentar Flow (Fluxo) escrevendo um capítulo do livro. O Flow (Fluxo) também pode acontecer no trabalho ou em atividades de lazer, como jardinagem, cozinhar ou dirigir.

O desempenho máximo (peak performance) é um funcionamento superior para alcançar um resultado como uma vitória, o seu melhor ou a quebra de um recorde mundial. As performances de pico (ou extremas) podem acontecer quando o atleta está experienciando Flow, mas não ‘e necessario que os estados de Flow ocorram. Outras emoções não tão positivas, como raiva e medo, e na quantidade certa para o indivíduo, podem melhorar o desempenho athletico e levar a realizações fisicamente extremas. É claro que o desempenho em seu nível athletico maximo trará uma experiência positiva; mas não é o mesmo que Flow.

Uma experiência de pico é um momento positivo e intenso de maior felicidade, um momento gratificante e significativo. É uma experiência emocional e pessoal que pode estar relacionada a um desempenho excelente ou não. Então, uma experiência de pico pode acontecer quando seu filho nasce, você se casa, ou ganha um campeonato.

Aqui vem a pegadinha:

Às vezes, o indivíduo pode experimentar Flow e não mostrar um desempenho superior. Ou o indivíduo pode mostrar desempenho máximo e NÃO experimentar as sensações ideais de Flow. E, às vezes, todos os três podem ocorrer; O Flow pode preceder Peak Performance (desempenho de pico), que pode preceder Peak Experience (experiência de pico). Então, agora, quando você ouve alguém dizendo: “I am stocked”, isto é uma Peak Experience (experiência de pico) e talvez tenha ocorrido após um estado de Flow e uma “Peak Performance”. Ou, é apenas uma Peak Experience (experiência de pico) após uma competição altamente estressante, onde altos níveis de ansiedade surgiram (nenhum estado de Flow ocorreu).

Embora o Flow seja frequentemente procurado em esportes, entre acadêmicos e negócios, existem possíveis consequências negativas em confiar apenas em motivadores extrínsecos para obtê-lo. Segundo o psicólogo que a descreveu Flow, as recompensas externas podem acabar atrapalhando o alcance do estado de Flow e devem ser evitadas

“Assim que a ênfase muda da experiência em si para o que você pode realizar com ela, estamos de volta ao reino da vida cotidiana regida por considerações extrínsecas (Csikszentmihalyi)”.

Mas se você deseja atingir um estado ideal de criatividade e desempenho produtivo chamado “Flow”, aqui estão os principais passos que podem aumentar sua chance de experimentá-lo.

Em primeiro lugar, os estados de Flow exigem desafio; sem possíveis obstáculos ou metas desafiadoras a serem enfrentadas, o Flow será impossível. Em segundo lugar, o desafio deve estar em equilíbrio com o nível de habilidade. Qualquer coisa interpretada como acima dos recursos que você possui irá desencadear a resposta ao estresse. Além disso, qualquer coisa muito fácil desencadeará tédio, não Flow. Em terceiro lugar, no caso dos esportes, suas habilidades motoras devem ser tão bem treinadas que se tornem automáticas; pensar muito sobre a execução de uma habilidade atrapalha o Flow. Por fim, você também precisará de motivação intrínseca, algo que deseja alcançar porque é pessoalmente gratificante.

Resumindo, Flow é um estado de alta concentração quando alguém está imerso na atividade; pode levar a Peak Performances (desempenhos de pico) ou NÃO. Uma “peak Performance” (desempenho de pico) ocorre quando alguem mostra altos niveis de performance fisicamente ou mentalmente, ou ambos. Uma “Peak Experience” (experiência de pico) é uma sensação de êxtase sobre um acontecimento na vida da pessoa. Um estado (Flow, peak performance, peak experience) pode levar ao outro, mas não necessariamente precisam ocorrer juntos. O Flow tornou-se tão popular que mesmo as pessoas que não entendem verdadeiramente sua relação com o desempenho fisico e mental tentam vendê-lo. No entanto, é importante lembrar que você ainda pode atingir desempenhos máximos sem experimentar o Flow, e tentar atingi-lo focado no resultado que ele pode trazer (alto desempenho) irá estragar tudo.

E, se precisar de ajuda para atingir desempenhos máximos ou experimentar o Flow com mais frequência, agende sua consulta gratuita.

Andrea C. Dias, MA, ABSP

References:

Jackson, S. A. (2011). Flow. In Morris, T. & Terry, P. (Eds). New sport and exercise psychology companion (pp. 327-357). Morgantown, WV: Fitness Information Tech.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Want to know about our offers first_?
Subscribe our newsletter

Subscribe our newsletter